Moradores reclamam que carteiros não entram em vilas; empresa cita normas internas e Lei Postal

Empresa informou que a entrega de correspondências em prédio e demais coletividades requer a instalação de caixas receptoras nestes locais e que uma pessoa esteja responsável para o recebimento de objetos que necessitam de assinatura

Correspondências são deixadas entre as grades de portões, sobre muros ou dentro de caixas vazias destinadas aos medidores de consumo de energia / Foto: Anderson Gallo - DC
Entre as grades de portões, sobre muros ou dentro de caixas vazias destinadas aos medidores de consumo de energia. Esses são alguns dos locais onde são deixadas correspondências destinadas a moradores de vilas residenciais em Corumbá. Após o Diário Corumbaense ter recebido reclamações relatando o procedimento adotado pelos Correios na região, a reportagem foi verificar a situação.
Aposentada Loil Pereira explicou que antes a situação era diferente  / Foto: Anderson Gallo - DC
Em uma vila localizada na área central de Corumbá, a aposentada Loil Pereira, 62, reclama assim que questionada se o fato costuma acontecer por ali. “Eles largam tudo lá na frente, no 'relógio'. Às vezes tem correspondência com endereço que nem é daqui. Sem contar o atraso, conta de celular nós temos que ir na lotérica para 'puxar'”, afirmou a aposentada lembrando que antes a situação era diferente. “Tem alguns profissionais que entregam certinho, mas a maioria não. Aqui antes era assim, as correspondências eram deixadas embaixo da porta, mas agora mudou”, contou.

Em outra vila também da área central, a pensionista e artesã Rozineide Midon de Moraes, afirmou que a situação é a mesma. Ela conta que chega pelo correio o holerite do benefício que recebe do pai já falecido e o documento é sempre deixado na entrada do residencial. Rozineide questiona o procedimento dos entregadores das correspondências simples de não entrarem no residencial, já que segundo ela, o portão permanece aberto durante todo o dia.
Em outra vila, onde mora a pensionista e artesã Rozineide Midon de Moraes, a situação é a mesma / Foto: Anderson Gallo - DC
Eles não entram na vila. Eles colocam nas grades ou colocam dentro do relógio de luz e quem chegar primeiro pega. Às vezes até chega a cair no chão. Cartão de banco eu já perdi e eles alegam que eu teria que ir buscar, entretanto, procurei o banco que me avisou que o carteiro esteve na minha casa sendo que o cartão teria que ser assinado, mas ninguém veio, mesmo com o portão aberto o dia todo”, contou Rozineide que ressaltou que em uma ocasião precisou da boa vontade de um morador das proximidades, que foi entregar a correspondência após constatar que o carteiro errou o endereço.

Correspondência que tinha o endereço correto já chegou a ir para outra vila. O senhor da casa que tem o mesmo número que a minha veio trazer aqui, era meu holerite, com todas as minhas informações, ainda bem que ele veio e me trouxe”, afirmou.

Lei Postal e caixa coletiva

Procurada por este Diário, a ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) afirmou através de sua assessoria de imprensa em Mato Grosso do Sul que em “consonância com as normas internas da empresa, bem como a Lei Postal e a portaria 6206/2015, do Ministério das Comunicações, que normatizam a distribuição domiciliar em todo o território brasileiro”, a entrega de correspondências em prédio e demais coletividades requer a instalação de caixas receptoras nestes locais e que uma pessoa esteja responsável para o recebimento de objetos que necessitam de assinatura.

Caso não haja a caixa coletiva, é necessário que seja enviado um documento oficial da coletividade indicando outro local, em andar térreo, para a entrega das correspondências simples e em caso dos materiais que necessitem de assinatura, a identificação de uma pessoa seja autorizada para o recebimento.

Informada sobre a necessidade de instalação das caixas coletivas, Rozineide Midon de Moraes afirmou que esperava que a empresa comunicasse sobre o procedimento com mais eficiência e que a partir de agora deve adquirir a caixa para evitar outros problemas.

Todas as correspondências são nossas, devem chegar até a gente. Por que essa falta de vontade, esse problema de chegar na nossa residência?. Poderiam ter nos informado sobre isso. Vamos fazer uma 'vaquinha' e adquirir a caixa, vamos ver se as correspondências vão chegar”, finalizou.

Confira a nota na íntegra

A distribuição domiciliar é realizada em logradouros públicos. Em consonância com as normas internas da empresa, bem como a Lei Postal e a portaria 6206/2015, do Ministério das Comunicações, que normatizam a distribuição domiciliar em todo o território brasileiro, a entrega de correspondências em prédios e demais coletividades requer a instalação de caixas receptoras nestes locais e/ou haver uma pessoa responsável para o recebimento de objetos que necessitam de assinatura.

Por isso, a principal recomendação é que se instale uma caixa receptora, ou na falta desta, dever ser enviado um documento oficial desta coletividade para os Correios indicando um local, no andar térreo, para a entrega de correspondências simples e que uma pessoa seja autorizada a receber as correspondências que necessitam de assinatura. As informações são do Diário Coumbaense.

COMENTÁRIOS

Nome

33 CONREP,3,AACB,1,AADC,8,Abono Pecuniário,3,ACT 2016/2017,15,ACT 2018/2019,112,ADCAP,32,Afastamentos,1,Agência,6,AGU,2,ALMG,3,Alunos,1,ANATECT,3,Anistia,2,ANS,1,Aplicativo,1,Aposentados,4,ARACT-SP,2,Arrombamento,3,Assaltos,17,Assédio Moral,1,Assistência Médica,1,ATAs,1,Atendente Comercial,1,Atendimento CorreiosSaúde II,1,Atestado,1,Atrasos,3,Auxílio-creche,1,Azul,5,Banco Postal,23,BB,1,Benefícios,9,CADE,5,Cães,1,Cajamar,1,Calote,1,Caminhão,1,Canal Descomplica,1,Cartas,2,Carteiro,3,Carteiros,1,Casamento,1,CAT,1,CDD Polo,1,CGU,1,Chip Amarelinho,1,Clipping,1430,Concurso,2,Conselho de Administração,1,Contra a Privatização,34,Contrabando,1,Contribuição Extraordinária,1,Copa do Mundo 2018,1,Correios,271,Correios Celular,9,Correios Saúde II,3,Corte de Energia,1,CSP Conlutas,1,CTB,1,CUT,1,CVM,2,DDA,6,Déficit,1,Despacho Postal,18,Destaque,870,Diário Oficial,1,Diferencial de Mercado,1,Digital,6,Direitos dos Empregados,22,DNI,2,Estadão Conteúdo,1,Estatais,8,Exclusiva,77,FAACO,3,Falecimento,1,Fechamento,1,FEDERAÇÕES,438,FEDEX,1,FENTECT,300,FINDECT,190,Fiscalização,1,Fundos de Pensão,30,G1,1,Geral,418,GOL,1,Greve,20,Indicação,1,Informa Postalis,5,Informe Jurídico,225,Insegurança,1,Insumos,1,INTERSINDICAL,1,Joint Venture,2,Jovem Aprendiz,2,Justa Causa,1,Lançamento,1,LATAM,3,Lei das Estatais,1,Licenças,2,Licitação,2,Logística,1,Lucro,2,Luta Unificada,34,Manuais,2,Marcos César,15,Mercado Livre,1,Metas,1,Ministério do Planejamento,1,Motociclistas,5,MPF,8,MPT,1,MTE,1,OAI,1,Operação Rizoma,3,Opinião Ecetista,1,OTT,4,Papai Noel dos Correios,1,Paternidade,1,Patrocínio,6,PCCS1995,2,Plano de Saúde,1,Plantão Negociação 2018/2019,19,Policia Federal,1,Portaria,2,Postal Saúde,90,Postalis,354,PostalPrev,1,Praect,2,Prestador,1,Previc,2,Primeira Hora,175,Privatização,2,Processo,22,Professora,1,Protesto,1,Qualidade,1,Reajuste,1,Recadastramento,2,Receita Federal,3,Reclamações,3,Refém,2,Refis Postal,1,Renegociação,1,Roubo,1,Salários,1,Saúde da Mulher,1,Seguro de Vida,2,Selos,4,Série,7,Série Correios Saúde II,3,Serviços Postais,2,SEST,1,Sincort-PA,9,Sincotelba,19,Sindecteb,29,Sindicato,755,Sintcom-PR,53,Sintect-AC,17,Sintect-AL,88,Sintect-AM,5,Sintect-AP,12,Sintect-CAS,11,Sintect-CE,12,Sintect-DF,51,Sintect-ES,44,Sintect-GO,30,Sintect-JFA,2,Sintect-MA,38,Sintect-MG,19,Sintect-MS,32,Sintect-MT,24,Sintect-PB,32,Sintect-PE,28,Sintect-PI,44,Sintect-RJ,141,Sintect-RN,15,Sintect-RO,6,Sintect-RPO,15,Sintect-RR,1,Sintect-RS,54,Sintect-SC,27,Sintect-SE,7,Sintect-SJO,2,Sintect-SMA,5,Sintect-SP,129,Sintect-STS,11,Sintect-TO,13,Sintect-URA,9,Sintect-VP,11,STF,3,TCU,1,Terceirização,3,TRF,2,TRT,26,TRT10,1,TRT15,2,TRT21,2,TRT23,1,TRT9,1,TSE,3,TST,20,União,2,Vale Transporte,3,Vídeo,983,XIIICONTECT,1,
ltr
item
Correios do Brasil - Funcionários: Moradores reclamam que carteiros não entram em vilas; empresa cita normas internas e Lei Postal
Moradores reclamam que carteiros não entram em vilas; empresa cita normas internas e Lei Postal
Empresa informou que a entrega de correspondências em prédio e demais coletividades requer a instalação de caixas receptoras nestes locais e que uma pessoa esteja responsável para o recebimento de objetos que necessitam de assinatura
https://2.bp.blogspot.com/-UjSLE37Ji08/W2AwXbvhUkI/AAAAAAAAQUQ/uJesSAVuHsEPVohAg0JP0F7xU9YLgTcjQCEwYBhgL/s320/Corumba.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-UjSLE37Ji08/W2AwXbvhUkI/AAAAAAAAQUQ/uJesSAVuHsEPVohAg0JP0F7xU9YLgTcjQCEwYBhgL/s72-c/Corumba.jpg
Correios do Brasil - Funcionários
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2018/07/moradores-reclamam-que-carteiros-nao.html
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2018/07/moradores-reclamam-que-carteiros-nao.html
true
4537349496477451586
UTF-8
Carregar todas as postagens Não encontrou nenhuma mensagem VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Apagar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADOS PARA VOCÊ NOTÍCIAS SOBRE ARQUIVO BUSCA TODAS POSTAGENS Não foram encontrados resultados com a sua palavra Voltar ao inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 houra atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Compartilhe para desbloquear Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar