Capítulo VII: Situação atual e futura da ECT depende de quem governa o país e da luta dos trabalhadores

Leia o último artigo da série sobre a situação financeira e administrativa da ECT.

Com esse SÉTIMO ARTIGO chegamos ao fim da SÉRIE sobre a situação financeira e administrativa da ECT. Ele traz conclusões com apontamentos da própria CGU e debate de possíveis soluções para atual situação econômica, de degradação operacional e destruição da imagem institucional dos Correios.

Antes de tudo, precisa estar claro que as motivações por trás dos direcionamentos adotados pelas últimas diretorias da ECT, especialmente a última, são políticas.

As direções de uma estatal do porte e da importância da ECT sempre terão motivações políticas, claro. O que deve ser observado é quais são as motivações. Qual visão da importância e da abrangência do Estado e das estatais que sustenta o projeto para a empresa. Como ele propõe cuidar da segurança dos funcionários e do direito dos cidadãos à comunicação postal. E qual a dimensão da liberdade que ele quer dar ao “mercado”, ou seja, ao capital.

O mercado não pode ganhar o setor postal de presente
As direções da ECT, com destaque para a última, encaminharam projetos político/empresariais de atendimento aos interesses do “mercado” e consequente privatização dos Correios.

A situação em que colocaram a empresa, com falta de funcionários sucateamento e piora acentuada no atendimento aos usuários foi muito bem pensada para atingir o objetivo de entregar o mercado postal às empresas interessadas na privatização dos Correios.

Com suas ações buscam levar a opinião pública a aceitar a privatização e a baixar o preço da empresa num processo de venda. Também ampliam a terceirização, como forma de adiantar a privatização e baixar os custos com mão de obra.

A retirada de direitos e o desmonte do Acordo Coletivo de Trabalho também visam a baixar custos, além de buscar vencer a resistência e o moral dos funcionários.

Setor estratégico para a integração e a segurança nacional
Essas direções não compartilham da visão dos Correios como empresa estratégica para a segurança e a integração nacional territorial, cultural e política.

Na verdade, não estão nem aí para isso. Não se sensibilizam com o direito da população à comunicação postal. Não querem saber se o monopólio postal é necessário para garantir atendimento universal e que só uma estatal pode fazer isso.

Muito ainda poderia ser dito e explicado a partir do relatório revelador da CGU. Paramos por aqui para não tornar essa série longa e desgastante. Mas recomendamos fortemente a leitura do relatório a todos os interessados em conhecer a real situação da ECT e o que está por trás da alegação de que há déficit (prejuízo financeiro), do ataque a direitos da categoria, da ausência de concurso público, da falta de funcionários, dos SDs e DDA, da extinção de funções, fechamento de unidades e redução drástica do atendimento à população.

Ao final, é inevitável a conclusão de que “déficit é fake news”!

A necessidade do Correio estatal
Países como Argentina e Reino Unido, que venderam seus Correios para a iniciativa privada, já começaram o processo de reestatização.

Mesmo EUA e China, que permitem empresas privadas, mantêm o controle estatal porque sabem que, com a privatização, as empresas passam a escolher onde atuar, desassistindo localidades com menor potencial financeiro.

Nos EUA, empresas privadas como FEDEX e UPS usam os serviços do Correio Estatal, a United Post, para entregas em áreas periféricas e interioranas.

O Correio português foi privatizado. A queda de qualidade no atendimento e a aumento dos preços foram tão fortes que, hoje, a população apoia e participa de manifestações lideradas por funcionários da empresa que pedem a reversão dessa terrível PRIVATIZAÇÃO

O serviço postal na quase totalidade do mundo é estatal. Porque é um direito do cidadão. Direitos não têm de dar lucro. É obrigação do Estado fornecer e arcar com os custos.

É o caso dos operadores postais da Índia e dos Estados Unidos, que em 2014 registraram prejuízos de US$ 868 milhões e US$ 5,5 bilhões, respectivamente. Mas isso ocorreu porque as empresas privadas ficam com os filões.

No Brasil os Correios dão muito lucro, especialmente se forem fortalecidos na área de entrega de encomendas. O que a atual direção não fez. Muito pelo contrário, enfraqueceu essa área com a falta de investimento em segurança, a criação de áreas restritas, as indenizações crescentes, a falta de um projeto de logística para o e-commerce e a eliminação de produto direcionado a esse setor, o e-sedex.

Como potencializar os Correios
Há inúmeras maneiras, e o Projeto de lei nº 6.385/2016, que tramita na Câmara dos Deputados, é um bom exemplo. Ele prevê preferência legal dos Correios na contratação de prestação de serviços postais por órgãos públicos da Administração Direta e pelas entidades da Administração Indireta Federal.

Esse PL obteve parecer favorável do relator da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática e a ele foi apensado o PL nº 7.638/2017, que trata do mesmo tema.

Com isso estima-se dobrar o faturamento atual dos Correios – os cálculos indicam uma receita de R$ 20 bilhões com esses serviços.

Simples não? Uma boa perspectiva para o futuro da ECT. Difícil é acreditar que seja necessário uma lei para obrigar o governo a usar preferencialmente os serviços de uma empresa estatal.

Uma política de crescimento sustentável e atendimento universal é urgente
Para isso os Correios precisam da manutenção do monopólio postal, porque a ele está acoplada a universalidade do atendimento, que garante a presença dos Correios em todos os municípios do país e as entregas em todos as residências.

A devolução do dinheiro levado a mais do caixa da empresa pelo governo (ver no 2º artigo dessa séria) é fundamental para isso. Com ele é possível retomar as aplicações e os investimentos em tecnologia, equipamentos, contratação de funcionários e consequente fortalecimento da empresa.

O fim do aparelhamento político e do direcionamento gerencial para interesses partidários e empresariais é outra necessidade urgente.

Porque os políticos indicados, ligados a interesses de partidos e setores empresariais, são os responsáveis diretos pela má gestão da empresa e pelo direcionamento para a privatização.

Esse direcionamento traz em seu bojo o desinvestimento, a deterioração da imagem, a piora do serviço à população, a falta de funcionários e o excesso de serviço, o ataque a direitos em vez da valorização do trabalhador, e todos os demais problemas existentes hoje.

O fortalecimento dos Correios é uma realidade possível e próxima. Uma das provas disso é que, enquanto a direção da ECT vive falando em crise financeira, os franqueados aumentaram sua remuneração em 34%, o que sinaliza a transferência de grandes contratos para a rede franqueada, conforme apontou o DIEESE em estudo recente.

Venha lutar conosco, clique aqui e sindicalize-se!
Fonte: Sintect-SP

COMENTÁRIOS

Nome

33 CONREP,3,AACB,1,AADC,9,Abono Pecuniário,3,Abrapp,1,Acidente,1,ACT 2016/2017,15,ACT 2018/2019,112,ADCAP,38,Afastamentos,1,Agência,23,AGU,2,ALMG,3,Alunos,1,ANATECT,4,ANATEL,1,Animais,2,Anistia,2,ANS,3,Aplicativo,1,Aposentados,4,APP,1,Apreensão,2,ARACT-SP,2,Arrombamento,2,Assaltos,27,Assédio Moral,1,Assistência Médica,1,ATAs,1,Atendente Comercial,2,Atendimento CorreiosSaúde II,1,Atendimento Digital,1,Atestado,1,Atraso,1,Atrasos,5,Audiência,1,Auxílio Doença,1,Auxílio-creche,1,Azul,7,Banco Postal,24,BB,1,Benefícios,9,Black Friday,4,BNY Mellon,5,Cachorro,1,CADE,7,Cães,1,Cajamar,1,Calote,2,Caminhão,1,Caminhões,1,Canal Descomplica,1,Capitalizar,1,Carlos Fortner,1,Cartas,2,Carteira de Trabalho,1,Carteiro,11,Carteiro Poeta,1,Carteiros,1,Casamento,1,CAT,2,CDD Polo,1,CGPAR,5,CGU,2,Chip Amarelinho,1,Clipping,1501,Concurso,2,Condições de Trabalho,4,Conselho de Administração,2,Contas Públicas,1,Contra a Privatização,34,Contrabando,1,Contribuição Extraordinária,2,Copa do Mundo 2018,1,Correios,315,Correios Celular,10,Correios Saúde,1,Correios Saúde II,11,Corte de Energia,1,Cronograma de Empréstimos,1,CSP Conlutas,1,CTB,1,CUT,1,CVM,3,Data Comemorativa,2,DDA,9,Déficit,1,Demissão Justa Causa,1,Demissão Motivada,12,Despacho Postal,21,Destaque,923,Desvio,1,Diário Oficial,1,Diferencial de Mercado,1,Digital,6,Direitos dos Empregados,22,DNI,2,e-commerce,1,Empréstimos,1,ENEM 2018,3,Esclarecimento,1,Estadão Conteúdo,1,Estado de Greve,3,Estatais,19,Exames Periódicos,1,Exclusiva,78,Extinção,1,Extravio,1,FAACO,3,Falecimento,1,Fechamento,17,FEDERAÇÕES,446,FEDEX,1,FENTECT,305,Férias,1,FINDECT,195,Fiscalização,1,Frota,1,Funções,1,Fundos de Pensão,40,G1,1,Geral,454,GOL,1,Gratificação de Função,1,Greenfield,10,Greve,25,Indicação,1,Indicação Política,1,Informa Postalis,5,Informe Jurídico,232,Insegurança,3,INSS,1,Insumos,1,INTERSINDICAL,1,Intervenção,2,Joint Venture,4,Jovem Aprendiz,3,Justa Causa,1,Kassab,1,Lançamento,1,LATAM,3,Lei das Estatais,1,Licenças,2,Licitação,2,Limpeza,1,Livre Escolha,1,Logística,2,Lucro,2,Luta Unificada,34,Malware,1,Manuais,2,Marcos César,15,Mercado Livre,1,Metas,1,Ministério da Fazenda,1,Ministério do Planejamento,4,Ministro,1,Motociclistas,5,MPF,16,MPT,1,MTE,2,multiatendimento financeiro,1,OAI,1,OJ247,17,Operação Rizoma,4,Opinião Ecetista,1,OTT,4,Outubro Rosa,1,Papai Noel dos Correios 2018,8,Paralização,3,Parceria,3,Parecer,1,Paternidade,1,Patrocínio,6,Paulo Guedes,2,PBM,1,PCCS1995,2,PDV,2,Plano BD,2,Plano de Saúde,4,Plantão Negociação 2018/2019,19,Policia Federal,2,Portaria,2,Postal Saúde,114,Postalis,375,Postalis Digital,1,PostalPrev,3,Praect,2,Premiação,1,Presidente,6,Prestador,1,Prestador Suspenso,1,Previc,6,Primeira Hora,176,Privatização,14,Processo,22,Professora,1,Protesto,1,Qualidade,1,Reajuste,1,Reajuste de Tarifas,1,Recadastramento,2,Receita Federal,6,Reclamações,4,Reestruturação,1,Refém,2,Refis Postal,1,Reintegração,1,Renegociação,1,Rentabilidade,1,Restruturação,4,Rombo,1,Roubo,3,RTSA,1,Salários,1,Saúde Bucal,1,Saúde da Mulher,5,Seguro de Vida,2,Selos,6,Série,7,Série Correios Saúde II,11,Serviços Postais,2,SEST,1,Sincort-PA,9,Sincotelba,22,Sindecteb,31,Sindicato,779,Sintcom-PR,54,Sintect-AC,17,Sintect-AL,94,Sintect-AM,5,Sintect-AP,12,Sintect-CAS,11,Sintect-CE,12,Sintect-DF,51,Sintect-ES,47,Sintect-GO,31,Sintect-JFA,2,Sintect-MA,39,Sintect-MG,20,Sintect-MS,35,Sintect-MT,24,Sintect-PB,30,Sintect-PE,29,Sintect-PI,45,Sintect-RJ,145,Sintect-RN,15,Sintect-RO,6,Sintect-RPO,15,Sintect-RR,1,Sintect-RS,54,Sintect-SC,27,Sintect-SE,7,Sintect-SJO,2,Sintect-SMA,5,Sintect-SP,136,Sintect-STS,11,Sintect-TO,13,Sintect-URA,9,Sintect-VP,11,STF,17,Taxa Emergencial,2,Taxa Extra,4,Taxa Homologação Importados,1,TCU,2,Tecnologia,1,Terceirização,8,Termo Aditivo,1,Tesouro Nacional,1,Top of Mind,2,Transferência,1,TRF,2,TRT,26,TRT10,1,TRT15,2,TRT21,2,TRT23,1,TRT3,1,TRT9,1,TSE,3,TST,22,União,2,UPU,2,USPOST,1,Vale Transporte,3,Vice-presidente,2,Vídeo,1012,Vírus,1,XIIICONTECT,1,
ltr
item
Correios do Brasil - Funcionários: Capítulo VII: Situação atual e futura da ECT depende de quem governa o país e da luta dos trabalhadores
Capítulo VII: Situação atual e futura da ECT depende de quem governa o país e da luta dos trabalhadores
Leia o último artigo da série sobre a situação financeira e administrativa da ECT.
https://3.bp.blogspot.com/-NbxBpsaoDY8/Wu4t2L2N5eI/AAAAAAAAOvs/QDp0eBquiXsr95F8n-InH9mbfSsfrF2hACLcBGAs/s320/Capitulo%2B7.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-NbxBpsaoDY8/Wu4t2L2N5eI/AAAAAAAAOvs/QDp0eBquiXsr95F8n-InH9mbfSsfrF2hACLcBGAs/s72-c/Capitulo%2B7.jpg
Correios do Brasil - Funcionários
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2018/05/capitulo-vii-situacao-atual-e-futura-da.html
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2018/05/capitulo-vii-situacao-atual-e-futura-da.html
true
4537349496477451586
UTF-8
Carregar todas as postagens Não encontrou nenhuma mensagem VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Apagar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADOS PARA VOCÊ NOTÍCIAS SOBRE ARQUIVO BUSCA TODAS POSTAGENS Não foram encontrados resultados com a sua palavra Voltar ao inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 houra atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Compartilhe para desbloquear Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar