Correios sofrem com falta de funcionários e atrasam entregas

Com isso, nem todo bairro é visitado diariamente como deveria acontecer

Sindicato da categoria diz que há 7 anos não há contratações  
O número insuficiente de funcionários tem prejudicando a entrega de correspondências e mercadorias pelos Correios na Baixada Santista. Sem contingente adequado, os carteiros precisam fazer uma espécie de rodízio. Ou seja, nem todo bairro é visitado diariamente como deveria acontecer e as entregas ficam represadas nas agências.

A informação é do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios (Sintect-SP) e vai ao encontro de reclamações recebidas por A Tribuna. Segundo a entidade sindical, desde 2011 não são contratados novos funcionários e um plano recente de demissão voluntária acabou com 2 mil cargos no Estado de São Paulo. A estimativa é de um déficit de 6 mil empregados – são 29 mil no momento, quando o correto seria 35 mil.

O presidente do Sintect-SP, Elias Cesário de Brito Júnior, diz que a situação está complicada em todas as cidades, principalmente na Capital. Segundo ele, a região de Santos só não está pior porque a empresa deslocou trabalhadores de São Paulo para atender a Baixada.

A entrega de cartas caiu, mas as encomendas aumentaram muito. E os volumes são grandes, as pessoas compram pela internet, pedem um tênis, um eletrodoméstico. Para isso precisa de mais funcionários, só que acontece o inverso. Acho que essas encomendas aumentaram 30% desde 2015”.

Para Brito Júnior, a empresa precisa contratar urgentemente, mas também melhorar a logística operacional, dando melhores condições de trabalho para as entregas. “Os carteiros passam menos, porque não tem gente e isso está irritando as pessoas. Em alguns lugares tem funcionário nosso sendo agredido, mas não tem culpa”.

Reclamações
No site Reclame Aqui, há 44.955 reclamações contra os Correios e nenhuma delas foi solucionada pela empresa. A maioria das queixas é sobre atraso na entrega. De 2016 para 2017, o número de reclamações aumentou 27,2%, de 32.286 para 41.083.

Empresas que trabalham com comércio eletrônico começam a ter prejuízos com os Correios. O Mercado Livre, com mais de 20 milhões de transações de compra e venda no Brasil, no ano passado, viu as queixas de clientes aumentarem desde o final de 2017. E agora iniciou uma campanha contra a estatal que pretende aumentar o preço dos fretes em mais de 50%.

A campanha, chamada de #FreteAbusivoNão, visa pressionar os Correios a rever a decisão, que entrará em vigor no dia 6 de março e está sendo considerado pelo Mercado Livre como abusivo, já que a inflação em 2017 ficou em menos de 4%.

Segundo o Mercado Livre, com os novos valores, o preço médio do frete no Brasil será 42% mais caro que o da Argentina, 160% mais caro que o do México e 282% mais caro que o da Colômbia.

Os Correios foram procurados por A Tribuna, mas não se manifestaram até a publicação desta matéria. As informações são do site A Tribuna.

COMENTÁRIOS

Nome

33 CONREP,3,AADC,7,Abono Pecuniário,3,ACT 2016/2017,15,ADCAP,13,ALMG,1,ANATECT,1,Aplicativo,1,Aposentados,1,Assaltos,2,Assédio Moral,1,ATAs,1,Banco Postal,23,Benefícios,8,Casamento,1,CDD Polo,1,CGU,1,Clipping,1282,Conselho de Administração,1,Contra a Privatização,34,Correios,237,DDA,3,Destaque,761,Digital,6,Direitos dos Empregados,22,Estadão Conteúdo,1,Exclusiva,73,FAACO,2,Falecimento,1,FEDERAÇÕES,375,FENTECT,259,FINDECT,150,Fundos de Pensão,27,G1,1,Geral,334,Greve,18,Indicação,1,Informe Jurídico,193,Licenças,2,Luta Unificada,33,Manuais,2,Marcos César,5,Motociclistas,3,MPF,4,OAI,1,Paternidade,1,Patrocínio,6,Policia Federal,1,Postal Saúde,69,Postalis,295,Previc,1,Primeira Hora,155,Processo,21,Protesto,1,Seguro de Vida,2,Série,7,Sincort-PA,9,Sincotelba,17,Sindecteb,25,Sindicato,669,Sintcom-PR,42,Sintect-AC,13,Sintect-AL,73,Sintect-AM,4,Sintect-AP,10,Sintect-CAS,11,Sintect-CE,12,Sintect-DF,46,Sintect-ES,38,Sintect-GO,18,Sintect-JFA,2,Sintect-MA,32,Sintect-MG,14,Sintect-MS,25,Sintect-MT,23,Sintect-PB,30,Sintect-PE,25,Sintect-PI,41,Sintect-RJ,118,Sintect-RN,14,Sintect-RO,6,Sintect-RPO,14,Sintect-RR,1,Sintect-RS,48,Sintect-SC,27,Sintect-SE,7,Sintect-SJO,2,Sintect-SMA,5,Sintect-SP,112,Sintect-STS,11,Sintect-TO,12,Sintect-URA,9,Sintect-VP,9,TRT,25,TST,11,Vídeo,818,XIIICONTECT,1,
ltr
item
Correios do Brasil - Funcionários: Correios sofrem com falta de funcionários e atrasam entregas
Correios sofrem com falta de funcionários e atrasam entregas
Com isso, nem todo bairro é visitado diariamente como deveria acontecer
https://4.bp.blogspot.com/-M8cE3KWDKHE/Wpnl6ya4U1I/AAAAAAAANAA/5JGgc9vUXfQjl_0HFcuAfI5ZzQqyl564gCLcBGAs/s320/Carteiros%2BSP.jpg
https://4.bp.blogspot.com/-M8cE3KWDKHE/Wpnl6ya4U1I/AAAAAAAANAA/5JGgc9vUXfQjl_0HFcuAfI5ZzQqyl564gCLcBGAs/s72-c/Carteiros%2BSP.jpg
Correios do Brasil - Funcionários
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2018/03/correios-sofrem-com-falta-de.html
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2018/03/correios-sofrem-com-falta-de.html
true
4537349496477451586
UTF-8
Carregar todas as postagens Não encontrou nenhuma mensagem VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Apagar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADOS PARA VOCÊ ARTIGO ARQUIVO BUSCA TODAS POSTAGENS Não foram encontrados resultados com a sua palavra Voltar ao inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 houra atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Compartilhe para desbloquear Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar