Correios obtêm vitória parcial no TST

Pais e mães dos titulares poderão usufruir do convênio médico por mais um ano, contado a partir da data-base da categoria, que é em agosto - na prática, até o fim de julho de 2019. Depois dessa data, deverão ser mantidos ainda aqueles já em tratamento de saúde, conforme definem as regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) - 2,6 mil pessoas.

Na queda de braço entre os Correios e sindicatos da categoria em torno do rombo causado pelo convênio médico, venceu a estatal - mas parcialmente. O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu ontem dar vitória à companhia ao restringir os benefícios da Postal Saúde, que tem representado até 90% do prejuízo bilionário da empresa nos últimos três anos.

Essa subsidiária foi criada em 2014 para gerir diretamente o plano de assistência médica dos empregados e seus dependentes - ativos e inativos. Neste ano, a previsão da própria Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) é que a Postal Saúde fique no vermelho em R$ 1,9 bilhão. A estatal teve déficit ao redor de R$ 2 bilhões desde 2015 e está em grave crise.

Pela proposta do TST, aprovada em plenário, os beneficiários do plano terão que pagar mensalidade e a coparticipação ocorrerá em uma proporção de 70% (para a mantenedora) e 30% (para os funcionários). Pais e mães dos titulares poderão usufruir do convênio médico por mais um ano, contado a partir da data-base da categoria, que é em agosto - na prática, até o fim de julho de 2019. Depois dessa data, deverão ser mantidos ainda aqueles já em tratamento de saúde, conforme definem as regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) - 2,6 mil pessoas.

Hoje, os titulares não pagam mensalidade e podem incluir, além de cônjuges e filhos, também seus pais e mães. Essa era uma das principais reclamações da empresa, que alega bancar R$ 93 em cada R$ 100 dispendidos pela Postal Saúde, uma conta insustentável na atual situação.

Conforme a proposta apresentada pelo relator no TST, ministro Aloysio Corrêa da Veiga, o desconto mensal pela coparticipação não poderá ultrapassar 5% do salário. Além disso, o valor das mensalidades será menor (2,5% do salário) para quem ganha até R$ 2,5 mil e maior (chegando a 4,4%) para quem recebe mais de R$ 20 mil. Os cônjuges pagarão 60% do valor da mensalidade.

O presidente dos Correios, Guilherme Campos, disse que a estatal ainda está fazendo suas contas e espera a publicação do relatório para fazer uma análise detalhada. Mas, em caráter preliminar, ele estimou em torno de R$ 400 milhões a economia neste ano como efeito da decisão. A partir de 2019, com a saída de pais e mães, esse número tende a aumentar.

"Do ponto de vista conceitual, o resultado [do julgamento] foi muito importante", disse Campos ao Valor. A observação dele, porém, é que o drama financeiro dos Correios é tão grande que requeria uma "necessidade imediata" de maior economia. Ela será maior, disse, no ano que vem. "O problema é chegarmos até lá."

Para Carlos Eduardo Dantas Costa, sócio e coordenador do grupo de relações sindicais do Peixoto&Cury Advogados, a decisão de ontem abre caminho para mudanças também em outras empresas. "Trata-se de um julgamento importante, porque, por meio dele, os Correios buscam a revisão de um acordo coletivo de trabalho, com o argumento de que não tem mais condições de manter o benefício, na forma pactuada. Poderá servir como precedente para outras empresas com dificuldades semelhantes.Por Daniel Rittner e Rafael Bitencourt, agência Valor.

COMENTÁRIOS

Nome

33 CONREP,3,AACB,1,AADC,8,Abono Pecuniário,3,ACT 2016/2017,15,ACT 2018/2019,112,ADCAP,32,Afastamentos,1,Agência,5,AGU,2,ALMG,3,Alunos,1,ANATECT,3,Anistia,2,ANS,1,Aplicativo,1,Aposentados,4,ARACT-SP,2,Arrombamento,2,Assaltos,17,Assédio Moral,1,Assistência Médica,1,ATAs,1,Atendente Comercial,1,Atendimento CorreiosSaúde II,1,Atestado,1,Atrasos,2,Auxílio-creche,1,Azul,5,Banco Postal,23,BB,1,Benefícios,9,CADE,5,Cães,1,Cajamar,1,Calote,1,Caminhão,1,Canal Descomplica,1,Cartas,2,Carteiro,3,Carteiros,1,Casamento,1,CAT,1,CDD Polo,1,CGU,1,Chip Amarelinho,1,Clipping,1424,Concurso,2,Conselho de Administração,1,Contra a Privatização,34,Contrabando,1,Contribuição Extraordinária,1,Copa do Mundo 2018,1,Correios,266,Correios Celular,9,Correios Saúde II,3,Corte de Energia,1,CSP Conlutas,1,CTB,1,CUT,1,CVM,2,DDA,6,Déficit,1,Despacho Postal,18,Destaque,866,Diário Oficial,1,Diferencial de Mercado,1,Digital,6,Direitos dos Empregados,22,DNI,2,Estadão Conteúdo,1,Estatais,6,Exclusiva,77,FAACO,3,Falecimento,1,Fechamento,1,FEDERAÇÕES,438,FEDEX,1,FENTECT,300,FINDECT,190,Fiscalização,1,Fundos de Pensão,30,G1,1,Geral,417,GOL,1,Greve,20,Indicação,1,Informa Postalis,5,Informe Jurídico,225,Insegurança,1,Insumos,1,INTERSINDICAL,1,Joint Venture,2,Jovem Aprendiz,2,Justa Causa,1,Lançamento,1,LATAM,3,Lei das Estatais,1,Licenças,2,Licitação,2,Logística,1,Luta Unificada,34,Manuais,2,Marcos César,15,Mercado Livre,1,Metas,1,Ministério do Planejamento,1,Motociclistas,5,MPF,8,MPT,1,MTE,1,OAI,1,Operação Rizoma,3,Opinião Ecetista,1,OTT,4,Paternidade,1,Patrocínio,6,PCCS1995,2,Plano de Saúde,1,Plantão Negociação 2018/2019,19,Policia Federal,1,Portaria,2,Postal Saúde,90,Postalis,354,PostalPrev,1,Praect,2,Prestador,1,Previc,2,Primeira Hora,175,Privatização,1,Processo,22,Professora,1,Protesto,1,Qualidade,1,Reajuste,1,Recadastramento,2,Receita Federal,3,Reclamações,3,Refém,2,Refis Postal,1,Renegociação,1,Roubo,1,Salários,1,Saúde da Mulher,1,Seguro de Vida,2,Selos,4,Série,7,Série Correios Saúde II,3,Serviços Postais,2,SEST,1,Sincort-PA,9,Sincotelba,19,Sindecteb,29,Sindicato,755,Sintcom-PR,53,Sintect-AC,17,Sintect-AL,87,Sintect-AM,5,Sintect-AP,12,Sintect-CAS,11,Sintect-CE,12,Sintect-DF,51,Sintect-ES,44,Sintect-GO,30,Sintect-JFA,2,Sintect-MA,38,Sintect-MG,19,Sintect-MS,32,Sintect-MT,24,Sintect-PB,32,Sintect-PE,28,Sintect-PI,44,Sintect-RJ,141,Sintect-RN,15,Sintect-RO,6,Sintect-RPO,15,Sintect-RR,1,Sintect-RS,54,Sintect-SC,27,Sintect-SE,7,Sintect-SJO,2,Sintect-SMA,5,Sintect-SP,129,Sintect-STS,11,Sintect-TO,13,Sintect-URA,9,Sintect-VP,11,STF,3,TCU,1,Terceirização,2,TRF,2,TRT,26,TRT10,1,TRT15,2,TRT21,1,TRT23,1,TRT9,1,TSE,3,TST,20,União,2,Vale Transporte,2,Vídeo,981,XIIICONTECT,1,
ltr
item
Correios do Brasil - Funcionários: Correios obtêm vitória parcial no TST
Correios obtêm vitória parcial no TST
Pais e mães dos titulares poderão usufruir do convênio médico por mais um ano, contado a partir da data-base da categoria, que é em agosto - na prática, até o fim de julho de 2019. Depois dessa data, deverão ser mantidos ainda aqueles já em tratamento de saúde, conforme definem as regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) - 2,6 mil pessoas.
https://1.bp.blogspot.com/-A8Z8ga5H-Fo/Wqef95sPraI/AAAAAAAANTA/5BSRxK1eGHMXnOOqt4H2JQyF1dZLVfdPwCLcBGAs/s320/Aloysio.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-A8Z8ga5H-Fo/Wqef95sPraI/AAAAAAAANTA/5BSRxK1eGHMXnOOqt4H2JQyF1dZLVfdPwCLcBGAs/s72-c/Aloysio.jpg
Correios do Brasil - Funcionários
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2018/03/correios-obtem-vitoria-parcial-no-tst.html
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2018/03/correios-obtem-vitoria-parcial-no-tst.html
true
4537349496477451586
UTF-8
Carregar todas as postagens Não encontrou nenhuma mensagem VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Apagar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADOS PARA VOCÊ NOTÍCIAS SOBRE ARQUIVO BUSCA TODAS POSTAGENS Não foram encontrados resultados com a sua palavra Voltar ao inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 houra atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Compartilhe para desbloquear Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar