Carteiro que teve demissão confirmada pela Justiça após trabalhar 10 anos por determinação liminar não perde direito a verbas indenizatórias

Em 1990, o ele foi demitido da ECT e no ano de 1994 voltou a trabalhar após ajuizar mandato de segurança e obter a liminar. No entanto, a ação foi julgada improcedente em 2014 e o servidor demitido definitivamente sem receber as verbas rescisórias do período.

Um carteiro demitido durante o governo Collor que conseguiu voltar ao serviço por liminar e teve a ação julgada improcedente posteriormente não deixou de ter direito às verbas rescisórias referentes ao período em que trabalhou enquanto tramitava a ação. Com esse entendimento, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) determinou que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) e a União indenizem o funcionário.

Em 1990, o ele foi demitido da ECT e no ano de 1994 voltou a trabalhar após ajuizar mandato de segurança e obter a liminar. No entanto, a ação foi julgada improcedente em 2014 e o servidor demitido definitivamente sem receber as verbas rescisórias do período.

O autor ajuizou ação pedindo além das verbas trabalhistas, indenização por danos morais, sob o argumento de que a demissão causou sofrimento desproporcional. A 6ª Vara Federal de Porto Alegre julgou o pedido improcedente. O servidor recorreu ao tribunal, pedindo a reforma da sentença.

Segundo o relator do caso, desembargador federal Luís Alberto d´Azevedo Aurvalle, se é verdade que o servidor foi readmitido por força de decisão liminar proferida em sede de mandado de segurança e que tal decisão foi posteriormente revista, menos verdadeiro não é que o trabalho foi efetivamente prestado, devendo, assim, produzir efeitos pecuniários no que concerne às verbas rescisórias.

Caso os Correios demitissem, sem justa causa, eventuais empregados contratados, deveriam pagar as verbas rescisórias. Logo, também devem pagar ao autor tais verbas, referentes ao período de 1994 até 2014”, afirmou o magistrado. Porém, a indenização por danos morais foi negada. Com informações Ascom TRF4.

COMENTÁRIOS

Nome

33 CONREP,3,AADC,7,Abono Pecuniário,3,ACT 2016/2017,15,ACT 2018/2019,8,ADCAP,15,ALMG,1,ANATECT,1,Aplicativo,1,Aposentados,1,Assaltos,2,Assédio Moral,1,ATAs,1,Banco Postal,23,Benefícios,8,Casamento,1,CDD Polo,1,CGU,1,Clipping,1290,Conselho de Administração,1,Contra a Privatização,34,Correios,237,Correios Celular,1,DDA,3,Destaque,769,Digital,6,Direitos dos Empregados,22,Estadão Conteúdo,1,Exclusiva,74,FAACO,2,Falecimento,1,FEDERAÇÕES,382,FENTECT,263,FINDECT,154,Fundos de Pensão,27,G1,1,Geral,340,Greve,18,Indicação,1,Informe Jurídico,197,Licenças,2,Luta Unificada,33,Manuais,2,Marcos César,6,Motociclistas,3,MPF,4,OAI,1,Paternidade,1,Patrocínio,6,Policia Federal,1,Postal Saúde,70,Postalis,300,Previc,1,Primeira Hora,157,Processo,21,Protesto,1,Seguro de Vida,2,Série,7,Sincort-PA,9,Sincotelba,17,Sindecteb,25,Sindicato,672,Sintcom-PR,42,Sintect-AC,13,Sintect-AL,73,Sintect-AM,4,Sintect-AP,10,Sintect-CAS,11,Sintect-CE,12,Sintect-DF,46,Sintect-ES,38,Sintect-GO,18,Sintect-JFA,2,Sintect-MA,32,Sintect-MG,15,Sintect-MS,25,Sintect-MT,23,Sintect-PB,30,Sintect-PE,25,Sintect-PI,42,Sintect-RJ,119,Sintect-RN,14,Sintect-RO,6,Sintect-RPO,14,Sintect-RR,1,Sintect-RS,48,Sintect-SC,27,Sintect-SE,7,Sintect-SJO,2,Sintect-SMA,5,Sintect-SP,113,Sintect-STS,11,Sintect-TO,12,Sintect-URA,9,Sintect-VP,9,TRT,25,TST,11,Vídeo,830,XIIICONTECT,1,
ltr
item
Correios do Brasil - Funcionários: Carteiro que teve demissão confirmada pela Justiça após trabalhar 10 anos por determinação liminar não perde direito a verbas indenizatórias
Carteiro que teve demissão confirmada pela Justiça após trabalhar 10 anos por determinação liminar não perde direito a verbas indenizatórias
Em 1990, o ele foi demitido da ECT e no ano de 1994 voltou a trabalhar após ajuizar mandato de segurança e obter a liminar. No entanto, a ação foi julgada improcedente em 2014 e o servidor demitido definitivamente sem receber as verbas rescisórias do período.
https://2.bp.blogspot.com/-tLG2vFApNxc/WR22zaW3-hI/AAAAAAAAG68/pDN95tsPOXYFuW-FsIdAbkhMHl4nunm4QCPcBGAYYCw/s320/informasintectrs.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-tLG2vFApNxc/WR22zaW3-hI/AAAAAAAAG68/pDN95tsPOXYFuW-FsIdAbkhMHl4nunm4QCPcBGAYYCw/s72-c/informasintectrs.jpg
Correios do Brasil - Funcionários
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2017/12/carteiro-que-teve-demissao-confirmada.html
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2017/12/carteiro-que-teve-demissao-confirmada.html
true
4537349496477451586
UTF-8
Carregar todas as postagens Não encontrou nenhuma mensagem VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Apagar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADOS PARA VOCÊ ARTIGO ARQUIVO BUSCA TODAS POSTAGENS Não foram encontrados resultados com a sua palavra Voltar ao inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 houra atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Compartilhe para desbloquear Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar