Correios investigam venda de uniforme no Paraguai

Camisas da estatal foram descobertas por brasileiro em mercado

Há pouco mais de uma semana, o estudante de medicina Paulo Henrique Matias estava em hipermercado na região de Assunção, capital do Paraguai. Em um corredor, dispostas em ‘araras’, estavam dezenas de camisas dos Correios, o clássico uniforme amarelo e azul usado por carteiros de todo o Brasil.

Achei muito curioso, mas na hora eu estava com pressa. Uns dias depois eu estava mais tranquilo, fazendo compras com a minha família, e as camisas continuavam lá”, conta Matias, que tirou uma foto e publicou no Facebook (confira abaixo). No domingo, a postagem já tinha mais de 3,6 mil compartilhamentos.

O mistério nas redes sociais é o mesmo que agora move uma investigação dos Correios com apoio da Polícia Federal (PF): afinal, como os trajes dos trabalhadores postais no Brasil estavam à venda em um comércio paraguaio por 18 mil Guaranis (cerca de R$ 10 no câmbio atual)?

Confira post de Matias no Facebook

Matias disse ter alertado a gerente de que eram roupas de uma empresa pública brasileira, e ela “prontamente” recolheu todas. O mercado teria comprado as peças de uma empresa importadora de vestuário do Paraguai, com a qual o Metro Jornal não conseguiu.

Uniformes de carteiros e de outros funcionários públicos, falsos ou verdadeiros, costumam ser usados no Brasil para a prática de golpes ou assaltos. O traje facilita, por exemplo, a entrada em condomínios residências.

Estoque ocioso
As etiquetas que aparecem nas fotos mostram camisas de pelo menos duas confecções, ambas do interior do Paraná: a B2, de Apucarana, e a Janbonés, de Jandaia do Sul.

Segundo o portal da transparência dos Correios, a última vez que uma delas forneceu camisas à estatal foi em 2013. Essa data – mais o fato de as roupas estarem com a logomarca antiga, aposentada no ano seguinte – indica que são uniformes velhos.

Os Correios afirmaram que “possuem processos rígidos de destinação correta dos materiais que não estão mais em uso, garantindo a descaracterização dos uniformes antes do descarte”. A Polícia Federal não quis comentar o assunto.

Procurada, a empresa B2 negou ter vendido camisas para fora dos Correios e diz que auxilia as investigações. Já a Janbonés afirmou ter sido orientada pelos Correios a não se manifestar.

Ainda há os usados
Na prática, nada impede que haja centenas de uniformes usados em circulação. A cada três meses, em média, os carteiros ganham novos kits – três camisas, três calças, tênis, cinto e meias – e nem sempre devolvem os antigos.

Eles [a administração] pedem para devolver. Mas pouca gente devolve. E eles não cobram essa devolução”, conta o dirigente do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Paraná (Sintcom-PR) Fabiano Batista.

Apenas nos contratos de 2017, os Correios compraram 17.575 novas camisas. O preço unitário variou entre R$ 11,40 e R$ 11,81. As compras são feitas pela administração central, em Brasília, que distribui para todas as unidades do país. (Por Raphael Neves, Metro Jornal do Grupo Band)

COMENTÁRIOS

Nome

33 CONREP,3,AADC,7,Abono Pecuniário,3,ACT 2016/2017,15,ACT 2018/2019,3,ADCAP,13,ALMG,1,ANATECT,1,Aplicativo,1,Aposentados,1,Assaltos,2,Assédio Moral,1,ATAs,1,Banco Postal,23,Benefícios,8,Casamento,1,CDD Polo,1,CGU,1,Clipping,1288,Conselho de Administração,1,Contra a Privatização,34,Correios,237,Correios Celular,1,DDA,3,Destaque,768,Digital,6,Direitos dos Empregados,22,Estadão Conteúdo,1,Exclusiva,73,FAACO,2,Falecimento,1,FEDERAÇÕES,378,FENTECT,261,FINDECT,152,Fundos de Pensão,27,G1,1,Geral,336,Greve,18,Indicação,1,Informe Jurídico,196,Licenças,2,Luta Unificada,33,Manuais,2,Marcos César,5,Motociclistas,3,MPF,4,OAI,1,Paternidade,1,Patrocínio,6,Policia Federal,1,Postal Saúde,70,Postalis,296,Previc,1,Primeira Hora,156,Processo,21,Protesto,1,Seguro de Vida,2,Série,7,Sincort-PA,9,Sincotelba,17,Sindecteb,25,Sindicato,671,Sintcom-PR,42,Sintect-AC,13,Sintect-AL,73,Sintect-AM,4,Sintect-AP,10,Sintect-CAS,11,Sintect-CE,12,Sintect-DF,46,Sintect-ES,38,Sintect-GO,18,Sintect-JFA,2,Sintect-MA,32,Sintect-MG,14,Sintect-MS,25,Sintect-MT,23,Sintect-PB,30,Sintect-PE,25,Sintect-PI,42,Sintect-RJ,119,Sintect-RN,14,Sintect-RO,6,Sintect-RPO,14,Sintect-RR,1,Sintect-RS,48,Sintect-SC,27,Sintect-SE,7,Sintect-SJO,2,Sintect-SMA,5,Sintect-SP,113,Sintect-STS,11,Sintect-TO,12,Sintect-URA,9,Sintect-VP,9,TRT,25,TST,11,Vídeo,828,XIIICONTECT,1,
ltr
item
Correios do Brasil - Funcionários: Correios investigam venda de uniforme no Paraguai
Correios investigam venda de uniforme no Paraguai
Camisas da estatal foram descobertas por brasileiro em mercado
https://2.bp.blogspot.com/-xqRK909Z9hc/WYhbaeqj6dI/AAAAAAAAIKo/XGUemAGxS4Yx3t9uuApl5oTykpCt0BtnACLcBGAs/s320/Camisas_Paraguai.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-xqRK909Z9hc/WYhbaeqj6dI/AAAAAAAAIKo/XGUemAGxS4Yx3t9uuApl5oTykpCt0BtnACLcBGAs/s72-c/Camisas_Paraguai.jpg
Correios do Brasil - Funcionários
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2017/08/correios-investigam-venda-de-uniforme.html
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2017/08/correios-investigam-venda-de-uniforme.html
true
4537349496477451586
UTF-8
Carregar todas as postagens Não encontrou nenhuma mensagem VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Apagar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADOS PARA VOCÊ ARTIGO ARQUIVO BUSCA TODAS POSTAGENS Não foram encontrados resultados com a sua palavra Voltar ao inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 houra atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Compartilhe para desbloquear Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar