Jucá poderá ser investigado por suspeita de desvios nos Correios

Senador teria recebido pagamento de contrato feito entre estatal e a Confederação Brasileira de Tênis

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de inquérito contra o senador Romero Jucá (PMDB-RR), apontando indícios de que o peemedebista possa ter recebido verba pública desviada de contrato de publicidade dos Correios com a Confederação Brasileira de Tênis (CBT).

O relator, a quem caberá autorizar ou não a abertura do inquérito e as providências já pedidas, é o ministro Dias Toffoli.

A suspeita da prática de peculato e corrupção passiva por parte do senador surgiu durante uma investigação em São Paulo sobre ilícitos na Confederação Brasileira de Tênis, após uma ex-contadora da CBT, Katia Maria Freitas Mueller, apresentar aos investigadores, no fim de 2014, uma folha de papel onde se lia: “contato em Brasília: – 1 verba que vai direto para um senador”.

A anotação havia sido feita por Marisa de Souza Alija Ramos, advogada da ex-contadora da CBT. Procurada na investigação para esclarecimento, a advogada disse, em 2016, que o senador em questão é Romero Jucá, que teria sido beneficiado por meio de um ex-assessor chamado Alexandre Jardim – que trabalhou com Jucá no Ministério da Previdência Social, no governo Lula, e também no Senado, de 2005 a 2009.

Devido à citação a um parlamentar, o caso foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal.

De acordo com relatos que a PGR buscará apurar, Alexandre Jardim teria sido procurado por Sérvio Opreá e Bruno Ferreira, sócios de empresas que trabalham com tênis, para ajudar o então presidente da CBT, Jorge Lacerda Rosa, a conseguir o contrato de patrocínio dos Correios em favor da CBT.

Em virtude da autorização desse contrato, o assessor de Jucá teria recebido repasse de 10%.

A suspeita é que esse porcentual iria para pagamento direto ao senador Romero Jucá pelo lobby que teria feito.

Vê-se, portanto, que a advogada afirma que o senador Romero Jucá filho foi o destinatário de recursos desviados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, indicando valores e testemunhas que poderiam confirmar os fatos”, disse o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Imprescindível, portanto, a instauração de inquérito sob supervisão desta suprema corte para apuração dos fatos que, acaso efetivamente tenham acontecido, configurariam o delito tipificado no art. 312 parágrafo 1, c/c art. 317 do Código penal”, disse Janot, citando os crimes de peculato e corrupção passiva, respectivamente.

O patrocínio dos Correios à Confederação Brasileira de Tênis começou em 2008, segundo a investigação. Na época, Alexandre Jardim era assessor de Jucá.

Procurada, a assessoria de imprensa do senador afirma que Jucá nega as irregularidades e aguarda ter informações mais detalhadas sobre o inquérito para se colocar à disposição da Justiça.

Romero Jucá é alvo de uma série de inquéritos no Supremo Tribunal Federal, incluindo na Operação Lava Jato e nos novos casos revelados nas delações da Odebrecht. Ele nega qualquer irregularidade.

Pedidos

Janot já pediu a autorização do STF para colher o depoimento do ex-assessor de Romero Jucá Alexandre Jardim e de outras pessoas que foram citadas no curso da investigação na primeira instância: Sérgio Opreá e Bruno Ferreira, que seriam sócios em algumas empresas que trabalham com tênis, Anderson Rubinatto filho, ex-diretor financeiro da CBT, Ricardo Marzola Filho, proprietário da Brascourt Pisos Esportivos, que constrói quadras de tênis.

A PGR também quer ouvir o ex-presidente da Nike Chris Kypriotis, que, após sair da Nike, coordenou o departamento financeiro da CBT por algum período.

Outra providência que Janot pediu ao Supremo é autorização para obter junto aos Correios cópias dos processos referentes às contratações de patrocínio da CBT, bem como uma relação detalhada dos repasses feitos à confederação, além de cópias das respectivas prestações de contas.

Fora do STF, há investigações sobre outros casos de irregularidades na CBT em São Paulo, que estão subdivididas em nove inquéritos conduzidos pela Polícia Federal e por procuradores da República.

Em um deles, foi aceita uma denúncia em outubro passado contra Jorge Lacerda Rosa, ex-presidente da CBT, Ricardo Marzola e o ex-tenista e comentarista de TV Dácio Campos. (Por Breno Pires e Isadora Peron, O Estado de São Paulo)

COMENTÁRIOS

Nome

33 CONREP,3,AACB,1,AADC,9,Abono Pecuniário,3,Abrapp,1,Acidente,1,ACT 2016/2017,15,ACT 2018/2019,112,ADCAP,38,Afastamentos,1,Agência,23,AGU,2,ALMG,3,Alunos,1,ANATECT,4,ANATEL,1,Animais,1,Anistia,2,ANS,3,Aplicativo,1,Aposentados,4,APP,1,Apreensão,2,ARACT-SP,2,Arrombamento,2,Assaltos,27,Assédio Moral,1,Assistência Médica,1,ATAs,1,Atendente Comercial,2,Atendimento CorreiosSaúde II,1,Atendimento Digital,1,Atestado,1,Atraso,1,Atrasos,5,Audiência,1,Auxílio Doença,1,Auxílio-creche,1,Azul,7,Banco Postal,24,BB,1,Benefícios,9,Black Friday,4,BNY Mellon,5,Cachorro,1,CADE,7,Cães,1,Cajamar,1,Calote,2,Caminhão,1,Caminhões,1,Canal Descomplica,1,Capitalizar,1,Carlos Fortner,1,Cartas,2,Carteira de Trabalho,1,Carteiro,10,Carteiro Poeta,1,Carteiros,1,Casamento,1,CAT,2,CDD Polo,1,CGPAR,5,CGU,2,Chip Amarelinho,1,Clipping,1500,Concurso,2,Condições de Trabalho,4,Conselho de Administração,2,Contas Públicas,1,Contra a Privatização,34,Contrabando,1,Contribuição Extraordinária,2,Copa do Mundo 2018,1,Correios,314,Correios Celular,10,Correios Saúde,1,Correios Saúde II,11,Corte de Energia,1,Cronograma de Empréstimos,1,CSP Conlutas,1,CTB,1,CUT,1,CVM,3,Data Comemorativa,2,DDA,9,Déficit,1,Demissão Justa Causa,1,Demissão Motivada,12,Despacho Postal,21,Destaque,922,Desvio,1,Diário Oficial,1,Diferencial de Mercado,1,Digital,6,Direitos dos Empregados,22,DNI,2,e-commerce,1,Empréstimos,1,ENEM 2018,3,Estadão Conteúdo,1,Estado de Greve,3,Estatais,19,Exames Periódicos,1,Exclusiva,78,Extinção,1,Extravio,1,FAACO,3,Falecimento,1,Fechamento,17,FEDERAÇÕES,446,FEDEX,1,FENTECT,305,Férias,1,FINDECT,195,Fiscalização,1,Frota,1,Funções,1,Fundos de Pensão,40,G1,1,Geral,453,GOL,1,Gratificação de Função,1,Greenfield,10,Greve,25,Indicação,1,Indicação Política,1,Informa Postalis,5,Informe Jurídico,232,Insegurança,3,INSS,1,Insumos,1,INTERSINDICAL,1,Intervenção,2,Joint Venture,4,Jovem Aprendiz,3,Justa Causa,1,Kassab,1,Lançamento,1,LATAM,3,Lei das Estatais,1,Licenças,2,Licitação,2,Limpeza,1,Livre Escolha,1,Logística,2,Lucro,2,Luta Unificada,34,Malware,1,Manuais,2,Marcos César,15,Mercado Livre,1,Metas,1,Ministério da Fazenda,1,Ministério do Planejamento,4,Ministro,1,Motociclistas,5,MPF,16,MPT,1,MTE,2,multiatendimento financeiro,1,OAI,1,OJ247,17,Operação Rizoma,4,Opinião Ecetista,1,OTT,4,Outubro Rosa,1,Papai Noel dos Correios 2018,8,Paralização,3,Parceria,3,Parecer,1,Paternidade,1,Patrocínio,6,Paulo Guedes,2,PBM,1,PCCS1995,2,PDV,2,Plano BD,2,Plano de Saúde,4,Plantão Negociação 2018/2019,19,Policia Federal,2,Portaria,2,Postal Saúde,114,Postalis,375,Postalis Digital,1,PostalPrev,3,Praect,2,Premiação,1,Presidente,6,Prestador,1,Prestador Suspenso,1,Previc,6,Primeira Hora,176,Privatização,14,Processo,22,Professora,1,Protesto,1,Qualidade,1,Reajuste,1,Reajuste de Tarifas,1,Recadastramento,2,Receita Federal,6,Reclamações,4,Reestruturação,1,Refém,2,Refis Postal,1,Reintegração,1,Renegociação,1,Rentabilidade,1,Restruturação,4,Rombo,1,Roubo,3,RTSA,1,Salários,1,Saúde Bucal,1,Saúde da Mulher,5,Seguro de Vida,2,Selos,6,Série,7,Série Correios Saúde II,11,Serviços Postais,2,SEST,1,Sincort-PA,9,Sincotelba,22,Sindecteb,31,Sindicato,779,Sintcom-PR,54,Sintect-AC,17,Sintect-AL,94,Sintect-AM,5,Sintect-AP,12,Sintect-CAS,11,Sintect-CE,12,Sintect-DF,51,Sintect-ES,47,Sintect-GO,31,Sintect-JFA,2,Sintect-MA,39,Sintect-MG,20,Sintect-MS,35,Sintect-MT,24,Sintect-PB,30,Sintect-PE,29,Sintect-PI,45,Sintect-RJ,145,Sintect-RN,15,Sintect-RO,6,Sintect-RPO,15,Sintect-RR,1,Sintect-RS,54,Sintect-SC,27,Sintect-SE,7,Sintect-SJO,2,Sintect-SMA,5,Sintect-SP,136,Sintect-STS,11,Sintect-TO,13,Sintect-URA,9,Sintect-VP,11,STF,17,Taxa Emergencial,2,Taxa Extra,4,Taxa Homologação Importados,1,TCU,2,Tecnologia,1,Terceirização,8,Termo Aditivo,1,Tesouro Nacional,1,Top of Mind,2,Transferência,1,TRF,2,TRT,26,TRT10,1,TRT15,2,TRT21,2,TRT23,1,TRT3,1,TRT9,1,TSE,3,TST,22,União,2,UPU,2,USPOST,1,Vale Transporte,3,Vice-presidente,2,Vídeo,1012,Vírus,1,XIIICONTECT,1,
ltr
item
Correios do Brasil - Funcionários: Jucá poderá ser investigado por suspeita de desvios nos Correios
Jucá poderá ser investigado por suspeita de desvios nos Correios
Senador teria recebido pagamento de contrato feito entre estatal e a Confederação Brasileira de Tênis
https://3.bp.blogspot.com/-5qJlyFTmdAM/WSdiGgnLLOI/AAAAAAAAHA4/bpX25MdP5bcC_l5i9vB0tPqp0Kz7n4HcACLcB/s320/Juc%25C3%25A1.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-5qJlyFTmdAM/WSdiGgnLLOI/AAAAAAAAHA4/bpX25MdP5bcC_l5i9vB0tPqp0Kz7n4HcACLcB/s72-c/Juc%25C3%25A1.jpg
Correios do Brasil - Funcionários
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2017/05/juca-podera-ser-investigado-por.html
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2017/05/juca-podera-ser-investigado-por.html
true
4537349496477451586
UTF-8
Carregar todas as postagens Não encontrou nenhuma mensagem VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Apagar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADOS PARA VOCÊ NOTÍCIAS SOBRE ARQUIVO BUSCA TODAS POSTAGENS Não foram encontrados resultados com a sua palavra Voltar ao inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 houra atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Compartilhe para desbloquear Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar