Comissão da Câmara ganha apoio unânime de parlamentares na defesa dos Correios

Na oportunidade, diversos parlamentares, além das representações da categoria e da ECT, puderam dar suas impressões sobre o alegado déficit da empresa e apoio à manutenção do patrimônio nacional.

O debate sobre “A Situação de Crise na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos” foi ainda mais longe, alcançando, nesta terça-feira (30) o Plenário Ulysses Guimarães, da Câmara dos Deputados. Na oportunidade, diversos parlamentares, além das representações da categoria e da ECT, puderam dar suas impressões sobre o alegado déficit da empresa e apoio à manutenção do patrimônio nacional.

Na mesa, o secretário-geral da FENTECT, José Rivaldo da Silva, estava entre os convidados a defender os interesses dos trabalhadores, que, de acordo com ele, são os verdadeiros comprometidos com os Correios. “Temos, sim, soluções viáveis para a empresa. Não vamos aceitar, em hipótese alguma, as falas que assediam os ecetistas”, afirmou.

Unanimemente, os parlamentares que compareceram à Comissão de hoje se posicionaram contrários à privatização e à falta de compromisso da União em devolver aos cofres dos Correios os R$ 6 bilhões retirados da estatal. Outra medida defendida com veemência foi a fidelização da logística dos órgãos federais, o que geraria de lucro, no mínimo, cerca de R$ 20 bilhões à estatal.

Guilherme Campos, presidente dos Correios, voltou a afirmar que a empresa sofre com resultados negativos e com a queda do monopólio. Segundo Campos, as mudanças nos Correios culminam em uma nova estrutura de negócios, mais enxuta, que deixa a empresa focada em negócios. “Precisamos e vamos fazer as transformações necessários para que os Correios continuem sendo empresa pública. Privatização não é desejo nem do ministro, nem do presidente, mas, se nada der certo, o caminho se estreita”, ressaltou.

Direito constitucional
Para o geógrafo, especialista e mestre em Geografia Humana, Igor Venceslau, a universalidade dos Correios não se trata de capricho. O professor apresentou, na ocasião, a pesquisa realizada sobre a estatal para os cursos de graduação e mestrado. De acordo com Venceslau, o fluxo postal no país é majoritariamente regional, restrito, principalmente, ao nordeste e norte. “No Brasil, quando se fala em fechamento de agências, estamos falando em entregas de vacinas não serem realizadas, entrega de livros didáticos, concursos públicos. Trata-se da integração do país e não sobre dois ou três anos sem dar lucro”, analisou.

Conforme o especialista explicou, é preciso discutir a constitucionalidade e a inconstitucionalidade do ato dos fechamentos de agências, por exemplo, já que todos os municípios gozam do mesmo privilégio, de acordo com a Constituição Federal de 1988. “Os Correios participaram da consolidação das fronteiras, da criação do Brasil. Menos Correios é menos cidadania nos locais. Serviço postal é um direito. Mais que mercadoria, direito Postal”, enfatizou.

O secretário-geral da FENTECT destacou também a ausência do papel social na gestão dos Correios. “Se a presidência visitasse o chão de fábrica, teria mais conhecimento sobre como melhorar as entregas e os serviços, do que dar tanto dinheiro para consultorias”, falou José Rivaldo, remetendo aos gastos de mais de R$ 100 milhões com a reestruturação da ECT. O secretário ainda solicitou apoio do congresso para debater leis e projetos que possam dialogar com o governo atual e convencê-lo a realizar o aporte aos Correios.

Durante a Comissão Geral desta terça-feira, o diretor do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do (DIEESE), Max Leno, também apresentou alguns esclarecimentos. Conforme estudos do departamento, a empresa de Correios apresenta patamares de empresas que atuam em âmbito internacional. Como prova e conclusão, foram distribuídos pela federação uma carta explicando o posicionamento da entidade e a versão preliminar das considerações do DIEESE sobre a situação econômico-financeira dos Correios.

Parlamentares em defesa
Diferentes partidos, por meio de seus representantes, declararam apoio à estatal e prometeram não cessar o debate até que sejam encontradas soluções benéficas aos trabalhadores e à população, para que seja mantido o patrimônio nacional de qualidade e 100% público e estatal.

Nelson Pellegrino (PT-BA)
Ampliar a oferta de serviços e produtos e teria oportunidade não apenas de manter os funcionários, mas também o patrimônio.

André Figueiredo (PDT-CE)
A posição do PDT e de vários partidos políticos tem sido a de defender com muita intransigência esse patrimônio do povo brasileiro, que são os Correios. A maior riqueza são as pessoas lá trabalham.

Maria do Rosário (PT-RS)
Em nome do partido, digo que somos posicionados por um Correios 100% público, estatal, que cumpra sua missão diante do povo brasileiro. Estamos falando da segurança e da integração nacional, da única instituição que está em todos os lugares do Brasil, ao mesmo tempo.

Luciana Santos (PCdoB-PE)
O alegado déficit não se dá pelo tamanho ou viabilidade, mas pelos erros de gestão ou exageros de patrocínios, quebras de contratos, despesas trabalhistas. Estamos falando de uma empresa que tem o papel de integração do povo brasileiro, aspecto até afetivo, que, hoje, supera somente a família como uma instituição que deva ser valorizada.

Joaquim Passarinho (PSD-PA)
O PSD não admite discutir, de maneira alguma, a privatização dos Correios. A voz dos Correios será ouvida por todos os partidos.”

Zé Geraldo (PT-PA)
Queremos admitir mais e não demitir. Se a empresa é estratégica, e ela tem que ser, o governo precisa buscar e criar fundos.

Décio Lima (PT-SC)
Os Correios não podem ser submetidos às regras de mercado. Têm que ser submetidos aos valores do nosso país.”

Vicentinho (PT-SP)
Defender os Correios é missão, é compromisso de cada um de nós. Com políticas de perseguições e sem políticas de recursos humanos vamos continuar com resquícios da ditadura militar.

Paulo Magalhães (PSD-BA)
Esta casa não vai se furtar a assumir essa luta. Uma luta por direitos, que faz a aproximação dos trabalhadores no Brasil.

Hildo Rocha (PMDB-MA)
É preciso encontrar uma saída que não seja da maneira como está sendo conduzida pelo ministro Kassab, de entregar para a iniciativa privada esse grande patrimônio.

Comissão na íntegra
Fonte: FENTECT

COMENTÁRIOS

Nome

33 CONREP,3,AACB,1,AADC,9,Abono Pecuniário,3,Abrapp,1,Acidente,1,ACT 2016/2017,15,ACT 2018/2019,112,ADCAP,38,Afastamentos,1,Agência,23,AGU,2,ALMG,3,Alunos,1,ANATECT,4,ANATEL,1,Animais,1,Anistia,2,ANS,3,Aplicativo,1,Aposentados,4,APP,1,Apreensão,2,ARACT-SP,2,Arrombamento,2,Assaltos,27,Assédio Moral,1,Assistência Médica,1,ATAs,1,Atendente Comercial,2,Atendimento CorreiosSaúde II,1,Atendimento Digital,1,Atestado,1,Atraso,1,Atrasos,4,Audiência,1,Auxílio Doença,1,Auxílio-creche,1,Azul,7,Banco Postal,24,BB,1,Benefícios,9,Black Friday,2,BNY Mellon,5,Cachorro,1,CADE,7,Cães,1,Cajamar,1,Calote,2,Caminhão,1,Caminhões,1,Canal Descomplica,1,Capitalizar,1,Carlos Fortner,1,Cartas,2,Carteira de Trabalho,1,Carteiro,10,Carteiro Poeta,1,Carteiros,1,Casamento,1,CAT,2,CDD Polo,1,CGPAR,5,CGU,2,Chip Amarelinho,1,Clipping,1497,Concurso,2,Condições de Trabalho,4,Conselho de Administração,2,Contas Públicas,1,Contra a Privatização,34,Contrabando,1,Contribuição Extraordinária,2,Copa do Mundo 2018,1,Correios,313,Correios Celular,10,Correios Saúde,1,Correios Saúde II,10,Corte de Energia,1,Cronograma de Empréstimos,1,CSP Conlutas,1,CTB,1,CUT,1,CVM,3,Data Comemorativa,2,DDA,9,Déficit,1,Demissão Justa Causa,1,Demissão Motivada,12,Despacho Postal,21,Destaque,917,Desvio,1,Diário Oficial,1,Diferencial de Mercado,1,Digital,6,Direitos dos Empregados,22,DNI,2,e-commerce,1,Empréstimos,1,ENEM 2018,3,Estadão Conteúdo,1,Estado de Greve,3,Estatais,18,Exames Periódicos,1,Exclusiva,78,Extinção,1,Extravio,1,FAACO,3,Falecimento,1,Fechamento,16,FEDERAÇÕES,446,FEDEX,1,FENTECT,305,Férias,1,FINDECT,195,Fiscalização,1,Frota,1,Funções,1,Fundos de Pensão,40,G1,1,Geral,452,GOL,1,Gratificação de Função,1,Greenfield,10,Greve,25,Indicação,1,Indicação Política,1,Informa Postalis,5,Informe Jurídico,232,Insegurança,3,INSS,1,Insumos,1,INTERSINDICAL,1,Intervenção,2,Joint Venture,4,Jovem Aprendiz,3,Justa Causa,1,Kassab,1,Lançamento,1,LATAM,3,Lei das Estatais,1,Licenças,2,Licitação,2,Limpeza,1,Livre Escolha,1,Logística,2,Lucro,2,Luta Unificada,34,Malware,1,Manuais,2,Marcos César,15,Mercado Livre,1,Metas,1,Ministério da Fazenda,1,Ministério do Planejamento,4,Ministro,1,Motociclistas,5,MPF,16,MPT,1,MTE,2,multiatendimento financeiro,1,OAI,1,OJ247,17,Operação Rizoma,4,Opinião Ecetista,1,OTT,4,Outubro Rosa,1,Papai Noel dos Correios 2018,8,Paralização,2,Parceria,3,Parecer,1,Paternidade,1,Patrocínio,6,Paulo Guedes,2,PBM,1,PCCS1995,2,PDV,2,Plano BD,2,Plano de Saúde,4,Plantão Negociação 2018/2019,19,Policia Federal,2,Portaria,2,Postal Saúde,113,Postalis,375,Postalis Digital,1,PostalPrev,3,Praect,2,Premiação,1,Presidente,6,Prestador,1,Prestador Suspenso,1,Previc,6,Primeira Hora,176,Privatização,13,Processo,22,Professora,1,Protesto,1,Qualidade,1,Reajuste,1,Reajuste de Tarifas,1,Recadastramento,2,Receita Federal,6,Reclamações,4,Reestruturação,1,Refém,2,Refis Postal,1,Reintegração,1,Renegociação,1,Rentabilidade,1,Restruturação,4,Rombo,1,Roubo,3,RTSA,1,Salários,1,Saúde Bucal,1,Saúde da Mulher,5,Seguro de Vida,2,Selos,6,Série,7,Série Correios Saúde II,10,Serviços Postais,2,SEST,1,Sincort-PA,9,Sincotelba,21,Sindecteb,31,Sindicato,778,Sintcom-PR,54,Sintect-AC,17,Sintect-AL,94,Sintect-AM,5,Sintect-AP,12,Sintect-CAS,11,Sintect-CE,12,Sintect-DF,51,Sintect-ES,47,Sintect-GO,31,Sintect-JFA,2,Sintect-MA,39,Sintect-MG,20,Sintect-MS,35,Sintect-MT,24,Sintect-PB,30,Sintect-PE,29,Sintect-PI,45,Sintect-RJ,144,Sintect-RN,15,Sintect-RO,6,Sintect-RPO,15,Sintect-RR,1,Sintect-RS,54,Sintect-SC,27,Sintect-SE,7,Sintect-SJO,2,Sintect-SMA,5,Sintect-SP,136,Sintect-STS,11,Sintect-TO,13,Sintect-URA,9,Sintect-VP,11,STF,17,Taxa Emergencial,1,Taxa Extra,4,Taxa Homologação Importados,1,TCU,2,Tecnologia,1,Terceirização,8,Termo Aditivo,1,Tesouro Nacional,1,Top of Mind,2,Transferência,1,TRF,2,TRT,26,TRT10,1,TRT15,2,TRT21,2,TRT23,1,TRT3,1,TRT9,1,TSE,3,TST,22,União,2,UPU,2,USPOST,1,Vale Transporte,3,Vice-presidente,2,Vídeo,1011,Vírus,1,XIIICONTECT,1,
ltr
item
Correios do Brasil - Funcionários: Comissão da Câmara ganha apoio unânime de parlamentares na defesa dos Correios
Comissão da Câmara ganha apoio unânime de parlamentares na defesa dos Correios
Na oportunidade, diversos parlamentares, além das representações da categoria e da ECT, puderam dar suas impressões sobre o alegado déficit da empresa e apoio à manutenção do patrimônio nacional.
https://3.bp.blogspot.com/-XiH5C_2a9js/WS3plkUzUyI/AAAAAAAAHGc/ZE44rOhKOg8P_FRzpqHTI5LNw0D5EwrzgCLcB/s320/Comiss%25C3%25A3o_FENTECT.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-XiH5C_2a9js/WS3plkUzUyI/AAAAAAAAHGc/ZE44rOhKOg8P_FRzpqHTI5LNw0D5EwrzgCLcB/s72-c/Comiss%25C3%25A3o_FENTECT.jpg
Correios do Brasil - Funcionários
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2017/05/comissao-da-camara-ganha-apoio-unanime.html
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/
http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com/2017/05/comissao-da-camara-ganha-apoio-unanime.html
true
4537349496477451586
UTF-8
Carregar todas as postagens Não encontrou nenhuma mensagem VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Apagar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADOS PARA VOCÊ NOTÍCIAS SOBRE ARQUIVO BUSCA TODAS POSTAGENS Não foram encontrados resultados com a sua palavra Voltar ao inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 houra atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Compartilhe para desbloquear Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar